Licenciatura

Arte Multimédia

Departamento de Ciências da Comunicação e Tecnologias da Informação

​​​​​​​​​​

Coordenadora de Curso

Ana Maria Assunção Carvalho

Provas de Ingresso

Filosofia (06) ou
Português (18) ou
Geometria Descritiva (10) ou
História da Cultura e das Artes (12)

Publicação em Diário da República

Acreditação do Ciclo de Estudos

Estado: Acreditado 6 anos
Data da Publicação: 31-05-2010
Informação oficial da A3ES: Resultado da acreditação 
 
A Licenciatura Arte Multimédia apresenta-se com um novo plano curricular a partir do ano letivo 2017/2018.
Os alunos já inscritos nos 2º e 3º anos seguem o plano curricular anterior. Ambos os planos podem ser consultados na página do site. O novo plano de estudos aguarda o registo pela DGES.

Descrição

Toda a criação artística na atualidade é intrinsecamente multimédia, e a designação do curso, Arte Multimédia, sublinha precisamente a inseparabilidade entre os dois termos. Num contexto em que as práticas artísticas clássicas se encontram numa transformação permanente, de que resultam produtos tão complexos como o design interativo, os videojogos, os videoclipes, as curtas-metragens documentais e ficcionais, as instalações interativas ou as performances audiovisuais, o curso propõe-se responder à dinâmica e às necessidades dos setores criativos, pelo estímulo das capacidades artísticas dos formandos, o desenvolvimento da polivalência tecnológica de alto nível e o pensamento atual e informado.

Objetivos do Curso 

O principal objetivo do curso é a formação interdisciplinar, através da experimentação, da excelência tecnológica e do estímulo criativo.
O curso de Arte Multimédia procura promover o espírito crítico e a capacidade de apreciação estética na compreensão dos produtos artísticos multimédia; entender a criatividade e a inovação como um dos fatores concorrenciais decisivos no contexto empresarial / institucional atual; desenvolver conteúdos, interligando competências teóricas e práticas das áreas científicas fundamentais do ciclo, no âmbito geral da criação artística multimédia, com especial enfoque nos domínios de: design gráfico, produção audiovisual e a media art; conceber e implementar projetos de experimentação/investigação/ação; demonstrar aptidões que permitam comunicar informações, ideias, problemas e soluções, tanto a públicos constituídos por especialistas como por não especialistas; providenciar aos alunos competências que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida com elevado grau de autonomia.

Saídas Profissionais

O licenciado em Arte Multimédia poderá exercer atividades criativas e técnicas com elevado grau de autonomia nos diversos ramos dos setores criativos, entre eles, a conceção, realização e produção de projetos multimédia; consultoria, assessoria, produção e divulgação cultural; desenvolvimento de comunicação gráfica, interativa, performativa e de webdesign; criação de conteúdos audiovisuais; investigação prática e artística nos domínios da imagem digital, do vídeo, da realização fílmica, da fotografia, da animação, do design, das instalações artísticas e dos eventos multimédia. Além destas atividades, o licenciado em Arte Multimédia poderá desenvolver e seguir uma prática artística no âmbito da vanguarda tecnológica, com um discurso teórico e crítico sustentado na contínua investigação.

Aspetos Diferenciadores

Alguns dos projetos desenvolvidos ao longo do curso, sejam estes individuais ou em grupo, são regularmente apresentados em festivais e mostras internacionais. Com efeito, trabalhos de alunos de Arte Multimédia marcaram presença, entre outros, no FEST – New Directors New Films Festival; no Arquipélago – centro de Artes Contemporâneas; ou no Burien Film Festival. Anualmente, os alunos, em colaboração com os docentes, realizam eventos que visam dar a conhecer tendências e propostas no domínio da Arte Multimédia. É o caso da Mostra Artes e Multimédia, que apresenta à comunidade o que de melhor foi feito pelos alunos ao longo do ano letivo, bem como dos Encontros Entre Som e Imagem, um evento científico que reúne profissionais que desenvolvem o seu trabalho artístico e de investigação a nível internacional, promovido pelo curso, em articulação com o centro de investigação ao qual está associado, o CITEI. O corpo docente reúne uma variedade de especialistas de áreas científicas diversas, como os Estudos fílmicos, o Design, a Arte Digital, as Humanidades, as Tecnologias de Informação e de Comunicação, com reconhecidas competências pedagógicas e científicas. A proximidade professor/aluno e a relação entre o ensino e as exigências do mercado de trabalho são alguns dos pontos fortes evidenciados por docentes, discentes e entidades avaliadoras na apreciação do ciclo de estudos.

Informação Relevante

O curso insere-se numa rede de colaboração científica internacional em desenvolvimento através de diversas ações. As três edições do Colóquio Internacional em Estudos Intermédia (2009, 2011, 2013), no ISMAI, permitiram estender a rede de investigação no sentido dos estudos sobre a intermedialidade. As duas edições do Encontro Expressões Entre Som e Imagem Técnica-prática-teoria (2016, 2017) permitiram alargar a rede no sentido da prática e investigação artística multimédia nos diversos domínios do som e da imagem. Ambas as séries de eventos trazem ao contacto com os alunos, professores e investigadores de reconhecido valor internacional.


Os docentes do curso de Arte Multimédia encontram-se integrados em centros de investigação reconhecidos e acreditados pela FCT. Destas parcerias, destaca-se a ligação ao grupo “Média e Jornalismo” do CECS, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, da Universidade do Minho (classif. Excelente), e a ligação ao CIAC, Centro de Investigação em Arte e Comunicação, da Universidade do Algarve (classif: Bom), no âmbito do qual o ISMAI, como instituição participante, promove e apoia as atividades do grupo “Narrativas digitais e estudos intermédia.» Para promover a reflexão científica sobre os as relações entre a Arte e as Novas Tecnologias, os docentes e os alunos participam ativamente na organização de eventos científicos internacionais.
No âmbito do CIAC, muitos dos docentes/investigadores do curso de Arte Multimédia integram projetos e parcerias internacionais, de que se destaca a ligação a: University of Yale, EUA; UNICAMP. Universidade Estadual de Campinas (Projecto Actor Permanente); EU – FILM LITERACY; British Film Institute e London University; EMERGE (Centre of Research and Production in Communication and Emergency); Institute of Arts and Social Communication. Universidade Federal Fluminense (IACS-UFF); Sociedade Brasileira de Cinema e Audiovisual; Educational Radio Within Iberoamerican Context; LAICA - Laboratório de Investigação e Crítica Audiovisual - Universidade de São Paulo.

Projeto Final 

Os alunos finalistas desenvolvem um Projeto Final ou Estágio que tem como objetivo principal o desenvolvimento de trabalhos práticos, onde devem ser aplicados os conhecimentos e as competências adquiridos ao longo do ciclo de estudos. O Projeto Final / estágio é desenvolvido em consonância com entidades ou instituições que possam beneficiar com o seu desenvolvimento.

 ​

Projeto Final de Carla Macedo
Vídeo promocional turístico – Viana do Castelo, ISMAI, 2013

​ ​

Projeto Final de Carina Martins
Vídeo promocional turístico – Aveiro, ISMAI, 2013

​ ​

Acordos e Protocolos

O ciclo de estudos beneficia também de diversos acordos de colaboração estabelecidos com diversas entidades. A nível nacional, foram estabelecidas parcerias com o FEST e com os Encontros de Cinema de Viana, para oferecer condições vantajosas para a participação anual dos alunos nesses eventos formativos. Há protocolos com o Goethe Institut e o British Council, para promover as competências dos alunos em línguas estrangeiras. Os alunos participam ativamente na organização do Ismai Legends, um campeonato que os sensibiliza para a dinâmica do mercado do videojogo. No âmbito do Projeto Final / Estágio, foram estabelecidos acordos de colaboração com a SPA, a Biblioteca Municipal do Porto, o Museu do Carro Elétrico, Casa da Animação, Unidade de Saúde do Mar, Agrupamento de Escolas de Lordelo, Liga Futebol, Câmara Municipal da Maia, Maus Hábitos, Parque Biológico de Gaia, entre outras entidades. O ISMAI é um dos sócios fundadores da Fundação AEP, doTecMaia - Parque de Ciência e Tecnologia da Maia, e da MaiaInova, para consolidar a ligação da Academia com o tecido empresarial. O ISMAI é parceiro do OPOLAB, um espaço de co-working que oferece condições privilegiadas aos alunos e alumni de Arte Multimédia.

Mobilidade

Numa dinâmica de internacionalização, docentes do curso deslocam-se regularmente a universidades estrangeiras, entre muitas, destacam-se: a Universidade de Lincoln, a Universidade Autónoma de Madrid, a Universidade Complutense de Madrid, a Universidade de Nanterre, a Universidade de Utrecht e a Universidade de Zagreb. Do mesmo modo, são convidados a apresentar preleções aos alunos do curso docentes e investigadores estrangeiros de universidades como: a Duale Hochschule Baden-Württemberg / DHBW (Baden-Wuerttemberg Cooperative State University), a Universidade de Artes de Bremen, a Universidade Lucian Blaga, a Kunsthochschule Kassel, Universidade Goldsmiths, a Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, entre muitas outras.

​Todos os nossos estudantes podem candidatar-se a fazer parte do seu curso em Mobilidade, numa das instituições de ensino superior estrangeiras, parceiras do ISMAI.

Propinas/Bolsas e financiamento

​O ISMAI procura ajudar a financiar os estudos (propinas​​), pelo que promove um conjunto de apoios financeiros, tais como protocolos, bolsas e financiamento.

Calendário escolar 2017/2018 » saber mais

Dia de Receção aos novos estudantes - 18 de setembro de 2017
Data Início 1.º Semestre - 18 de setembro de 2017
Data Início 2.º Semestre - 19 de fevereiro de 2018
Ricardo Carvalho
Alumnus
Do que eu gostei mais no ISMAI foi o facto de os professores serem muitos deles professores com experiência profissional, da área - Ver testemunho completo