Mestrado

Jornalismo em Ambientes Multiplataforma

Departamento de Ciências da Comunicação e Tecnologias da Informação

Coordenador de Curso

Destinatários

Em condições regulares, os candidatos deverão possuir um diploma de 1º Ciclo em Ciências da Comunicação, Tecnologias de Informação Multimédia, Relações Públicas, Marketing, Artes e Multimédia, Ciências da Informação e Comunicação, Comunicação Empresarial e similares. 

Também poderão ingressar, candidatos com formações noutras áreas e com um bom currículo profissional no campo dos média, da Comunicação Organizacional ou da Publicidade. 

Os candidatos à frequência do curso serão sujeitos a uma entrevista de apreciação curricular, após a apresentação dos requisitos regulamentares.

Publicação em Diário da República

Acreditação do Ciclo de Estudos

Estado: Acreditado 6 anos
Data da Publicação: 21-02-2018
Informação oficial da A3ES: Resultado da Acreditação

Descrição

O mestrado de Jornalismo em Ambientes Multiplataforma procura corresponder às profundas transformações que se registam nos media em particular e nos públicos em geral. Tem uma matriz que é inovadora, na linha do 1º ciclo de Ciências da Comunicação.  

Este 2º ciclo em JORNALISMO integra-se numa perspetiva de acompanhamento das grandes mudanças que as tecnologias de diferentes matizes estão a introduzir na sociedade em geral e nas empresas jornalísticas em particular.

Está também em sintonia com a aposta que se desenvolve em termos nacionais na incorporação e dinamização do país para a preparação de quadros altamente qualificados em tecnologias digitais. Neste quadro, foram consideradas as diretivas nacionais e europeias do "INCoDe.2030" e do 'Digital Single Market'.

Trata-se de um ciclo que, através de competências técnicas e científicas especializadas, responde a linhas de desenvolvimento social, económico e cultural da sociedade da informação e do conhecimento, baseada nas redes diferenciadas que as plataformas tecnológicas estão a proporcionar. 

Este 2º ciclo de Ciências da Comunicação está estruturado em três semestres, com um total de 90 ECTS.

Os dois primeiros semestres têm três e cinco unidades curriculares, respetivamente no 1º e 2º, sendo o terceiro inteiramente dedicado a um trabalho de avaliação final: dissertação, ou relatório de estágio, ou projeto.

Em todas as unidades, o cruzamento de várias tecnologias digitais de comunicação constitui um requisito indispensável para a qualidade do processo de formação e investigação. O multiplataformismo, baseado na multiplexagem tecnológica e na interatividade, constitui um eixo central deste 2º ciclo de Jornalismo Multiplataforma.

 

Saídas Profissionais

As saídas profissionais estão centralmente na área jornalística, mas estendem-se à redação e edição digital em geral, bem como à produção de conteúdos, em diferentes suportes e nas mais diversas organizações. 

As novas profissões emergentes, relacionadas com a Internet e as redes digitais, constituem-se, também, como saídas profissionais deste mestrado. Poderemos falar em consultor digital, analista de comunicação digital, arquiteto de informação, especialista em informação digital, gestor de informação digital, entre outras.

A investigação, no quadro de empresas de estudos de opinião e análise do impacto das tecnologias na comunicação social e organizacional, constitui outro campo de captação de mestres em Jornalismo Multiplataforma.

Equipamentos

As instalações novas, funcionais e modelares do ISMAI satisfazem os requisitos desejados, com relevo para exigências de áudio, vídeo, internet e outras tecnologias eletrónicas, no quadro de diferentes laboratórios e, mais especificamente, no Estúdio Multiplataforma.

Neste contexto, sublinha-se que este Estúdio está apetrechado com uma gama variada de tecnologias de nova geração, ajustadas às exigências do curso.

Além de um plateau com teleponto, de régies de TV e Rádio e cabinas técnicas, o Estúdio está apetrechado para cenários virtuais, para gravações e dobragens, bem como para diferentes produções multiplataforma.

No seu conjunto, o curso absorve 18 doutores portugueses e estrangeiros, dando consistência científica à formação de alto nível proposta neste mestrado.

A larga experiência dos docentes e os notáveis currículos académicos e profissionais sublinham o cuidado posto na concretização deste 2º Ciclo.

Na sua larga maioria, os docentes deste mestrado estão inseridos em Centros de Investigação classificados pela FCT, ou entidades estrangeiras, com Muito Bom.

​Internacionalização

Em termos comparativos com outros cursos similares, destaca-se neste 2º Ciclo a componente internacional resultante da presença dos docentes de cinco universidades estrangeiras com percursos académicos consubstanciados noutras academias. 

No quadro de Bolonha, esta particularidade aumenta a mobilidade dos futuros mestres, em termos de reconhecimento internacional.

Mobilidade

Todos os nossos estudantes podem candidatar-se a fazer parte do seu curso em Mobilidade, numa das instituições de ensino superior estrangeiras, parceiras do ISMAI.

Propinas/Bolsas e financiamento

​O ISMAI procura ajudar a financiar os estudos (propinas), pelo que promove um conjunto de apoios financeiros, tais como protocolos, bolsas e financiamento.

 

Calendário escolar 2018/2019

       Candidata-te aqui