Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento

Diretora de Departamento

Liliana Maria Alves Meira

 

​O Departamento de Ciências Sociais e do Comportamento (DCSC) representa no ISMAI os cursos das áreas científicas da Psicologia e da Criminologia, nomeadamente, a Licenciatura em Psicologia, a Licenciatura em Criminologia, o Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, o Mestrado em Psicologia Escolar e da Educação, o Mestrado em Criminologia e o Doutoramento em Psicologia Clínica.

O DCSC está também associado a duas unidades de investigação, a UNIDEP - Unidade de Investigação em Desenvolvimento Humano e Psicologia, que inclui o Laboratório de Investigação em Psicoterapia que tem um protocolo de colaboração e é parte integrante do Centro de Psicologia da Universidade do Porto; e a UICCC - Unidade de Investigação de Criminologia e Ciências do Comportamento. Em articulação com os cursos e respetivas unidades de investigação, o DCSC integra ainda o CASP - Centro de Apoio e Serviço Psicológico e o LCFC - Laboratório em Ciências Forenses e Criminologia.

Tendo por objetivo coordenar e orientar um corpo docente qualificado visando assegurar a continuidade e qualidade da sua intervenção nos domínios científico, pedagógico e cultural, o DCSC estabelece como prioritário:

  • salvaguardar a qualidade do ensino e da oferta formativa ao nível dos cursos conferentes ou não de grau académico nas áreas científicas que representa;
  • alargar a ligação dos cursos, atividades e eventos desenvolvidos à comunidade envolvente através da celebração de novos protocolos de cooperação interinstitucionais, da colaboração em projetos e/ou da prestação de serviços (e.g., através do CASP e do LCFC);
  • planear e organizar eventos cujo conteúdo se reveste de importância significativa, quer para a formação complementar dos estudantes e docentes do ISMAI, quer de estudantes de outras instituições de ensino superior e profissionais em exercício;
  • em colaboração direta com os coordenadores da UNIDEP e da UICCC, apoiar o desenvolvimento da investigação e a progressão da qualificação científica do corpo docente;
  • e, por último, investir na internacionalização da oferta formativa, contribuindo para o aumento do acesso de estudantes estrangeiros ao ISMAI, bem como para a integração dos formandos nos respetivos espaços profissionais internacionais.
Ler mais...
Oferta Formativa